terça-feira, 15 de outubro de 2013

Balneários de Novo Airão-AM

12/10/2013

Por vários motivos o blog não teve muito movimento em 2013, mas aos poucos pretendemos voltar a fazer nossas aventuras.

Os principais motivos para a falta de aventura são os trabalhos e estudos nos sábados, ao contrario da maioria das pessoas nos ficamos felizes pelo fato de o feriado do dia das crianças ter caído em um sábado, para podermos fazer uma aventura de dois dias.

Meio que em cima da hora decidimos viajar para Novo Airão/AM, pois todos nos queríamos praia.

No dia 12/10/2013 partimos de Manaus/AM em direção ao nosso destino, a estrada AM-070 conhecida popularmente conhecida como Manuel Urbano esta em péssimas condições, é um absurdo após quase dois anos da entrega da ponte do rio negro a mesma ainda não possuir sinalização, por outro lado no percurso vimos muitas obras da duplicação da pista que ta prevista para ser entregue em 2014.

Paramos para tomar um café da manhã na estrada e depois seguimos viagem até km 80 onde viramos a direita e seguimos pela rodovia AM-352 que leva até a cidade Novo Airão/AM, a condição da pista ta ótima mas a sinalização assim como da rodovia Manuel Urbano está precária.

A AM-352 possui 98 km de muitas curvas e retas, em certo momento tomei um susto quando sai de um reta e entrei em uma curva fechada sem nenhuma sinalização. 


Chegamos a cidade por volta das 11:00 hs, fomos direto para a Pousada Paraíso que fica logo na entrada da cidade, pagamos um quarto para 5 pessoas por R$ 60,00 e um para 3 por R$ 50,00.

Guardamos nossas coisas na pousada e fomos ver os botos, pois alguns de nossos amigos nunca tinham vistos eles e era a primeira vez deles em Novo Airão/AM.

O flutuante dos botos fica próximo do porto da cidade, muito fácil de achar. Para visitar os botos é preciso pagar uma taxa de R$ 10,00.

Atualmente na visita é dada uma palestra sobre o boto onde é possível tirar todas as duvidas, principalmente as duvidas relacionadas a lenda do boto. 


A alimentação dos botos é feita de hora em hora e conseguimos ver a alimentação dos botos de 12:00 hs.



Atualmente após a alimentação é possível entrar na água com os botos, coisa que antes era proibida.



Depois de alimentar os botos fomos nós informar sobre os passeios das praias, infelizmente para nossa infelicidade as praias ainda não tinham aparecido, pois o rio encheu demais esse ano. Nesse momento ficamos preocupados com o que nos iríamos fazer até o outro dia, então resolvi perguntar as pessoas do flutuante se existia algum balneário onde pudéssemos passar o dia, foi ai que me indicaram o Balneário Recanto dos Medeiros e o Balneário do Mato Grosso que já conhecíamos.

Decidimos ir para o Balneário Recanto dos Medeiros, pois nós informaram que la tinha restaurante.

Chegamos as 13:00 hs no balneário que fica localizado no km 8 da rodovia AM-352, é importante saber que os quilômetros da estrada começa a contar em Novo Airão/AM e terminam na estrada Manuel Urbano.


O balneário é bem simples, não paga para entrar desde que você almoce no local, possui piscina natural (é assim que chamam as piscinas feitas no percurso de um igarapé), além de pequenas barracas para se proteger do sol.



Pedimos duas bandas de tambaqui (peixe típico da região) e pagamos R$ 45,00 por cada uma, o almoço também é bem simples, porém gostoso. 


As 16:00 hs, após tomarmos muito banho, almoçarmos, brincamos e tirarmos muitas fotos, resolvemos levar nossos amigos para conhecer outro Balneário.

Saímos do km 8 e fomos até o km 22 onde fica o balneário.

O Balneário do Mato Grosso é publico, ou seja, não precisa pagar nada para aproveita-lo, aqui a água é muito mais gelada do que no Balneário anterior.






Brincamos, tomamos banho, tiramos fotos e somente as 17:30 hs resolvemos voltar para Novo Airão/AM.


A noite depois de tomarmos um café preparado com as coisas que sempre levamos, fomos visitar a praça da cidade, que estava tendo uma festa de dia das crianças, não havia muito que fazer, apenas tomamos uns sorvetes e ficamos conversando na praça, depois voltamos para a pousada e fomos dormir. 


13/10/2013

No dia seguinte acordamos mais tarde, por volta de 9:30 hs e fomos tomar café em um dos vários restaurantes da cidade.

Durante o café discutimos sobre o que iríamos fazer nesse dia, pois já tinhas visitados os botos e conhecido os balneários que nos haviam indicado.

Nesse momento lembrei-me de outro balneário que tive conhecimento em uma das minhas varias pesquisas na internet do que fazer em Manacapuru/AM e Novo Airão/AM, e todos concordaram em conhecer esse outro balneário.

As 11:00 hs arrumamos nossas coisas, entregamos a chave a pousada e pegamos a estrada em direção ao km 89 onde fica localizado o Balneário Cirandeira Bela. 

Lembrando que os quilômetros da estrada começam a contar em Novo Airão/AM e terminam na estrada Manuel Urbano.

Chegamos na Cirandeira Bela as 12:10 hs aproximadamente, pagamos R$ 5,00 por pessoa (crianças menores de 10 anos não pagam).


O balneário é muito bonito, possui bar, restaurante e piscina natural, no entanto não é permitido levar nenhum tipo de bebida e comida, tudo deve ser comprado para consumir no local, o preço das coisas estava razoável. 




A piscina também é bem divertida, possui uma cascata artificial, escorregador além de a água aqui também ser muito gelada. 







No final do dia vimos que ir para o Balneário Cirandeira Bela foi a melhor decisão, pois assim não tivemos que dirigir por duas horas seguidas já que o balneário esta localizado a uns 90 km de Manaus/AM.

As 16:00 hs arrumamos nossas coisas e voltamos para casa, as 17:10 hs chegamos em Manaus/AM, ainda pegamos um engarrafamento na estrada Manuel Urbano.

Espero que tenham gostado das dicas, abraços e até a próxima pessoal. 

Compartilhar:

quinta-feira, 28 de março de 2013

Trilha da Jandira - Iranduba-AM

Ola amigos, ao contrario do que muitos achavam nos não abandonamos o blog, por vários motivos demos uma parada nas atividades.

Depois de algum tempo sem postar nada de novo no blog por falta de aventura, resolvi aceitar um convite para fazer uma trilha de Mountain Bike à beira do Rio Solimões em Iranduba/AM.

Participei dessa a ventura junto com um grupo de amigos de pedalada chamado Guaribike, o grupo é bem organizado e realiza pedaladas todas as quintas e sábados na cidade de Manaus/AM.

Partimos de Manaus/AM em direção ao município de Iranduba/AM as 7:00 hs do dia 24/03/2013,  atravessamos a Ponte do Rio Negro e depois seguimos na rodovia Manuel Urbano AM-070 e no km 12 pegamos um ramal do lado esquerdo da pista.

No ramal percorremos mais uns 8 km de asfaltado com muitos buracos até chegarmos ao ramal da Jandira, onde nos concentramos em um campo de futebol.

No local havia pelo menos uns cem ciclistas, ouvimos todas as orientações para depois seguirmos a trilha.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Seguidores